ministério da cultura

:: Kpac: Seres de Luz


Kpac: Seres de Luz



Em 2 de setembro de 1945, a data da intervenção sobre a II Guerra Mundial cuja autoridade máxima sobre Paraíso extraiu da cabala o número imaginário da realeza (30) que a partir de então ficaria responsável pelos sobreviventes. As sociedades desenvolvidas do cosmos temiam pela proliferação do pensamento de autodestruição pelo legado deixado através do rancor e ódio da guerra.

Legiões de seres de luz, assim chamadas as civilizações que por dominarem a matéria, transmutaram seus corpos em versões sutis de energia para prolongar a vida em seus sistemas planetários em uma unidade de medida que beira a ficção do infinito reuniram-se num tremendo esforço para compreender a insensatez aqui produzida que poderia servir de inspiração para inúmeras civilizações em seus resquícios milenares de dominação e poder.

Cacéfalo colheu todas as emanações de solidariedade e após catalogar os projetos de recuperação de Paraíso solicitou que 144.000 voluntários se dirigissem para a estrela Anã de Centopeia. A ameaça para todo o cosmos era iminente e eminente.

Os escolhidos eram de todas as partes do universo. Primeiramente foram apresentados uns aos outros na língua universal dos Elfos e seus corpos originais foram colocados em criogênese para uma hibernação atemporal que possibilitasse o retorno após a conclusão da missão espacial.

Sua parte vital foi incorporada à máquina de criação de realidade virtual, onde os 144.000 voluntários passaram a conjugar sua experiência passada, com a missão individual de cada um, as possíveis conjunções de objetivos e a incorporação das vivências dos sobreviventes e mortos durante o processo de holocausto global em Paraíso.

Assim, estes seres que estavam hermeticamente condicionados neste equipamento projetaram infinitas vezes suas tarefas para a compreensão de suas futuras vivências e reconhecimento de etapas que deveriam seguir para que a galáxia fosse salva se o lado negro da força saísse do sistema solar de Paraíso como uma turbina que gerasse dessincronias por todo o universo.

A etapa anterior foi a captura de emanações de seres desencarnados na forma sutil da tecnologia metafísica para que pudessem expressar o sentimento que o fizeram desencadear as barbáries por que passaram e por qual fizeram parte compactuando com o infortúnio global em Paraíso.

O estado psíquico dos recolhidos que participaram do genocídio era de total confusão causal, seus depoimentos emanavam sempre na direção defensiva para a justificação das atrocidades, isto quando era possível colher a informação, que ao ser projetada a vivência destes seres sobre o ambiente de realidade virtual na estrela Anã de Centopeia, as projeções de ordem extra mental sempre induzia o equipamento a projetar cenários que dessem a continuidade de conflitos com suas atrocidades.

Então não era possível que tais seres viessem a habitar outros mundos avançados, porque a carga energética que carregavam na certa iria despertar impulsos ligados ao ódio, ao temor, desespero que ia interligar “fatos” destes outros planetas com o recorrente sofrimento interior capaz de despertar a cólera transversa repassando o genocídio para outros lares que milenarmente já haviam desenvolvido sistemas de autocontrole contrários ao sentido da  autodestruição.

Sob Paraíso assim que o primeiro genocídio global foi instalado, uma frequência sutil com o intuito de observar as atividades de militância e incitação à desordem foi para este planeta dirigido. Quando uma pessoa desencarnava, o sistema imediatamente acusava o ocorrido e a parte vital da pessoa era sugada para uma máquina específica de quarentena onde o apenado era observado por um sistema mecânico onde a produção de sua própria história projetava a continuidade do seu ambiente em Paraíso. Poucos conseguiram permissão para irem para outros lugares mais avançados do sistema solar. A esmagadora maioria quando aos poucos ia deixando de lado todo o ressentimento e as energias grotescas foram trazidas para Paraíso para que pudessem se libertar dos sentimentos instalados em sua parte vital que proibiam a migração para outras partes do universo.

Então, os 144.000 voluntários saíram da estrela Anã de Centopeia, num disparo curvilíneo da máquina num ângulo de 360 graus e tiveram suas energias cósmicas migradas progressivamente para Paraíso na razão de exatos 360 graus para atingir todo o planeta com emanações de novos víveres.

A missão dos recém-chegados era interpretar o cenário pós guerra. O objetivo da intervenção era compreender a essência do paraisano em seu próprio campo de efervescência da cultura de autodestruição aqui instalada.

Então no livro da vida, na missão dos cacefalanos algumas histórias de vida vieram assim com os seguintes papéis:

Milano da família de Antares, vós carregarás em teu ventre o fruto do veneno que sua mãe paraisana consumiu antes de tu chegar... terás como missão entender como será o seu relacionamento com este ser que danificastes a tua mente com a droga que consumira antes do seu nascimento.

Antíase da família de Tuiteu, não enxergarás o mundo que te enviaremos, terás que justificar a sua própria existência, sucumbir-se no desprezo daqueles que te colocaram no mundo, trazes-te o conhecimento na própria carne.

Meda da família de Atenas, não te daremos voz para quando fores injustiçada, terás razão em lutar pelos seus objetivos e ideias. A morte virá para você como ladrão e trarás como conhecimento o princípio da injustiça.

Catídoto, da família de Orea, sofrerá o desprezo dos teus pais, o varão da tua família profanará teu corpo, tu nada falarás. Servirás ao Senhor Deus de Paraíso, ao mesmo tempo em que sentirás as impurezas entranhando sua carne... te faremos desejar cada vez mais o sentimento impuro e quererás ao Deus de Paraíso. Sobre ti despejaremos o conflito para trazerdes em teu conhecimento tua experiência como humano.

Sílvedes, da família de Pantide, matarás um inocente em tenra idade. Sobre ti virão pensamentos que a conduzirão a novos genocídios, mas lhe daremos sempre a oportunidade de se arrependeres de seus pecados. Quando for descoberto seu desígnio será o desterro e seu infortúnio a própria morte.

Bulbio, da família de Orseu, se quiseres sobreviver terá que mentir. Emanaremos pensamentos a você que te obrigaram a agir desta forma. Advertiremos que caso não siga é sinal que sua missão já estará completa e encaminharemos sua morte.

Tlimeu, da família de Bosni, será induzido a profanar corpos. O inocente para ti será objeto de grande desejo. Mas na primeira tentativa de cristalização de sua vida tiraremos você do caminho e exporemos tua falta para que sejas julgado. Como conhecimento traga o desterro, o ódio e a compaixão.

Celite, da família de Asparga, nascerá nas ruas da cidade destruída pela guerra. Encontrará pessoas que te ensinarão a roubar, a furtar e a enganar quem aparenta afortunado. Não lhe daremos amparo... será fruto do desejo de vingança dos paraisanos.

Ciolo, viverá sem mobilidade... Anticate,... será impotente,... Calitus serás injuriado, posto a prova para que sua palavra prevaleça e não terá voz, mesmo que certo,... Neandro... cultuará o ódio dentro de si, mesmo por aqueles que o amem... até ser encarcerado e regressar de sua missão.

 

Assim, os 144.000 anjos do luz vieram para Paraíso em suas missões. E nova leva de anjos migrou para Paraíso a cada novo ano Estelar na mesma proporção. Estes seres estavam preparados para separar sua essência de suas obrigações. Não era algo que lhes dessem prazer em contaminar-se com as imperfeições herdadas por sucessivas guerras e incompreensões humanas.

Mas era preciso recolher o máximo de informações possíveis para serem colocados no equipamento de simulação de realidade (realidade virtual) para que os voluntários, ao regressarem pudessem justificar sua percepção sobre cada ato que o paraisano comum descendente ou envolvido na guerra poderia ter sido condicionado a reagir em uma situação semelhante.

Assim para os mestres da alma, que os paraisanos conhecem hoje como psicólogos, psiquiatras, terapeutas, psicopedagogos, professores,... poderiam encontrar alternativas de recuperação das hordas de seres humanos que desencarnaram num processo doloroso de vivência em fase corpórea material.

Caso a contaminação da “ignorância” ultrapassasse o sistema solar era possível deslocar voluntários para conter as inúmeras tentativas de colapso da ordem universal que rege toda a vida, todo o sistema e tudo que se é vivente e que por ventura se mova na via láctea.


Assim digo, assim foi feito, assim se cristaliza a história dos cacefalanos.

Kpac



04/05/2014 - Max Diniz Cruzeiro
Eu quero participar!
Faça seu comentário

Critério

Crítica
Sugestão
Ideia
Desabafo
Elogio
Sentimento
Outro

Título


Somente palavras e/ou números

Seu comentário

Somente palavras e/ou números em português ou inglês
Limite de 500 caracteres.

Nota

-100 a +100

Cidade

Estado

País


Organização e ordenação de Registros Textuais
OortBook® organizando informações para melhor atendê-lo!




Max Diniz Cruzeiro

Electronics Technician

Bachelor of Statistics

Post graduate in Clinical and Business Psychopedagogy

MBA in Marketing and Social Networks

Postgraduate in Clinical Neuroscience

Postgraduate in Psychoanalytic Theory

Doctor PhD Student in Philosophy - Psychology: Cognitive

Self-taught Writer

Self-taught Ufologist

Specialist Self-taught in Remote Sensing

100% of the production of texts is in Portuguese!
95% of text production is in English!
90% of the production of texts is in Spanish!
The records from 2105 to 52104 is a great mechanical phrase writing experiment crafted in excel!









ADIÇÃO (22/MAR/2017) NO SITE LenderBook

INSAUT MATERIAL PRINCIPAL DA LENDERBOOK



Listar índice completo...





Previsão para Setembro de 2016













The film contains technology information!






Release (Book of Knowledge): Pay for this book the price of a Fast Food your city in our donation systems (paypal or Pague seguro).

Lançamento (Livro do Conhecimento): Pague por este livro o preço de um Fast Food da sua cidade em nossos sistemas de doações (Pague seguro ou paypal).


Version Original +- 4,3 MegaBytes
].....[
Version with Art +- 75 MegaBytes
].....[
Doando você estará ajudando alguém através de nossos projetos














Amigos,
Bom dia,
Ofereço serviços de impressão a Laser frente e verso de excelente qualidade:
Regra: o trabalho deve estar digitalizado e não necessitar de qualquer tipo de revisão
Especificação: Folha A4
Valores:
Apenas toner preto: 15 centavos cada página
Com toner colorido: 30 centavos cada página

Obs.: Não é serviço de xerox a qualidade é igual a impressão de livro. Não fazemos desconto. Os valores de impressão para este tipo de serviço no mercado é de 25 centavos para toner preto e 1 real para toner colorido.
Se souberem de algum estudante que queira imprimir algum trabalho de alta qualidade repasse o meu e-mail por favor. Conforme o volume entrega no dia seguinte. Serviço realizado no período noturno. Necessário pedir com antecedência para entrar na fila de impressão.
Enviamos o material impresso através dos Correios para sua casa (Impressão + custos de envio). Aproveite a oportunidade selecione nossos textos que enviamos para você o seu arquivo digital impresso. Pagamento antecipado via paypal ou pagseguro.
lenderbook@gmail.com

A rede social da Cultura Brasileira
Disponível para todos que nutrem um amor inconfundível por esta pátria chamada Brasil.

Uma iniciativa do Ministério da Cultura - Governo Federal




Site designed and supervised by Clinical Neuroscientist.

Site desenvolvido e orientado por Neurocientista Clínico.

Max Diniz Cruzeiro



Welcome to Heavenly groupings

The brothers who are outside the celestial vault,

thanks for your existence,

Come to us all that comes from you what is good,

Is made a conscious and collective will,

On Earth as elsewhere

Let us be worthy of our own support

Spare us the misunderstanding that arises from our essence

Just as we are able to reflect and

limit the badly that arises within us and in relation to other beings

If you know of any fault of mine, show me the way to recover.

To build together a heavenly nation for the common good.

Bem-Vindos aos agrupamentos Celestiais

Aos irmãos que estão fora da abóboda celeste,

obrigado pela sua existência,

Venha a nós tudo o que procede de ti que for bom,

Seja feita uma vontade consciente e coletiva,

Assim na Terra como em outros lugares

Sejamos merecedores de nosso próprio sustento

Perdoai-nos a incompreensão que aflora de nossa essência

Assim como somos capazes de refletir e limitar o mal que aflora dentro de nós e em relação a outros seres

Se souberes de alguma falta minha, me mostre o caminho para me recuperar.

Para construirmos juntos uma nação celestial para o bem comum.

We need financial resources for the translation of our texts and if you are able to perceive a human gain in your life with our information please consider donating to our activity.

Nós necessitamos de recursos financeiros para a tradução de nossos textos e se você é capaz de perceber um ganho humano em sua vida com nossas informações favor considerar a possibilidade de fazer doações para nossa atividade.










The star contains more than 2,000 pages of information!






Insaut - Pular Informações corporativas e ir para o texto


10 ANOS DE LENDERBOOK





INSAUT TOP