ministério da cultura

:: Laisse: Me Ensina a Te Amar [Romance VII]


Laisse: Me Ensina a Te Amar [Romance VII]

Não foi à toa que casamos em um dia 29 de fevereiro. Eu queria que nosso contrato nupcial não fosse renovado a cada ano quando a data se aproximasse, mas que servisse de estímulo para uma ausência, de uma data bissexta que gerasse em nós o compromisso de renovarmos nosso elo a cada dia, a todo o momento em que a lembrança de nossa unidade viesse à tona.

Porém logo vieram as cobranças de que a essência do que nos uniu não estava mais presente. A vida já muito dura para quem pretende recomeçar de uma forma jamais desenvolvida anteriormente. Antes vivia com meus familiares e ele já possuía uma vida relativamente independente de seus pais.

Talvez esta independência prévia tenha contaminado o senso de liberdade que desenvolvera. Talvez o fato de me tornar dependente dos meus pais requeria de mim uma atitude de quando tivesse meu próprio lar me subjugasse a ter uma vida condiciona a dependência material de meu marido.

Os costumes já estavam moldados. Então não tínhamos outra solução se não adaptar diante das situações que geravam verdadeiras tempestades no sentido de um não tolherem a liberdade do outro.

Embora tivesse que trabalhar para colaborar para o sustento da casa em um mundo que uma crise permanente obriga os casais a somente estarem juntos no entardecer de cada dia, a dupla jornada de trabalho dentro de casa não era vista como um complemento de uma vida familiar, mas como uma obrigação a ser cumprida em que sua ausência era um forte motivador de conflitos ao amanhecer.

O meu corpo reclamava por descanso, mas apesar das exigências da manutenção doméstica me desdobrava em repetidas manobras e exercícios laborais. O resultado era uma meia-mulher ao entardecer que não queria mais promessas e sim uma boa razão para relaxar.

E reclamando do seu estado de espírito de que a vida fora muito dura e o trabalho árduo esgotaram as forças de meu marido, me recolho absorta em meu mundo gélido em que a retenção de meus fluxos pela carícia recolhida se traduz em ansiedade e uma angústia que faz chegar até o cérebro a sensação reprimida e que converte numa tensão noturna na forma de sonhos e pesadelos que são desencadeadas pelas forças que não tive a oportunidade de transmutá-las quando fomos nos deitar.

Se meu marido compreendesse que quando nos conhecemos criamos laços, afinidades e uma porção de pensamentos que nos conectávamos um ao outro, e após o coito os fluidos do amor que de mim migraram para ele e os dele migraram para mim, nos transformava a cada novo instante em que o dínamo da lembrança quando estivéssemos afastados um do outro e na eminência do encontro visual com outra pessoa fizesse meu marido despertar o interesse por ele em ver um traço meu distorcido na imagem que vislumbrava, este fator de atração não seria o suficientemente forte para que o imã da projeção carnal em que o homem projetava por sobre a idealização de seu desejo não geraria um ponto ou fator de traição, uma vez que estes elos criados anteriormente pelo trabalho sistêmico de acoplar uma identidade que caracterizava a essência da nossa união, serviria como um contraestímulo para trazer de volta meu marido a encontrar dentro destes elos a Laisse que ficou adormecida por alguns breves instantes.

E o resultado desta recordação passageira de mim mesmo sobre seu intelecto resultaria na necessidade de estar junto, na necessidade de uma dedicação, de um afago de uma carícia, de um colocar-se sobre o meu olhar quando meu corpo pedisse um pouco de atenção. De se poupar para que a mesma cena que se repeti de repelir meu corpo durante a semana não contaminasse nossa relação como um dia percebi estar acontecendo uma ruptura entre nós.

Mas eu fingia que estes pequenos desarranjos faziam parte de nosso cotidiano, e não parávamos para refletir o rumo em que nossos horizontes estavam desencadeando as reações que afloravam por sobre nossas efémeras vidas.

Tenho que reconhecer que tive minha mescla de culpa. Se fosse mais forte para antever o futuro gélido de nossos futuros dias estava cada vez mais próximo teria tentado mudar o destino quando o amor superava as pequenas barreiras que se traduziam na consonância de nossos juízos.

Quando tentei me poupar de teu desejo quando nos conhecemos interiormente não sabia o motivo para que devesse me resguardar para uma pessoa especial. Por sobre minha cabeça condenava os homens pela natureza machista de encararem as mulheres. Umas escolhidas para serem objetos de desejo e outras escolhidas para ser objeto de status para a formação de seus relacionamentos.

Hoje compreendo o motivo que fez minha mãe me orientar para o raciocínio. A questão da entrega não está diretamente ligada à valorização do corpo por ele mesmo como apregoam o pensamento machista, mas está ancorada sobre uma necessidade de conduzir o pensamento dos amantes para a criação de um cenário mental onde a idealização semântica cria uma infinidade de pensamentos que unem duas pessoas. Assim, quando o desejo é consumado na forma da sexualidade e um pouco da outra pessoa acabar por transferir a necessidade de continuidade ou repetição deste ciclo de emanações de desejos, não seja fácil a localização por parte do homem a busca destas sensações em outras mulheres, porque os elos que mantém a união sempre trarão de volta os amantes para que seus corpos possam nutrir-se novamente da sensação do desejo.

Quando a entrega ocorre na fase inicial do encontro, tanto para o homem como para a mulher conduzir a infinidade de fluxos corpóreos que se despertam tornam a massa hormonal algo difícil de reter. E na ausência temporária de um dos dois corpos logo o parceiro irá buscar uma forma de liberar aquele fluxo de informações sensoriais que o preparam para a continuação da liberação de seus instintos mais superficiais. E não existem elos, fusos que prendam ao amor anteriormente preconizado. Por que era incipiente. E nada será capaz de sustentar o desejo de satisfazer uma energia densa que na falta daquele objeto corpóreo encontrará sempre o caminho mais fácil para repetir a sensação positiva que invente a mente dos amantes.

 

A minha essência estará à mostra quando teu coração estiver envolto em pensamentos meus. Assim digo, porque sou Laisse!



25/08/2014 - Max Diniz Cruzeiro
Eu quero participar!
Faça seu comentário

Critério

Crítica
Sugestão
Ideia
Desabafo
Elogio
Sentimento
Outro

Título


Somente palavras e/ou números

Seu comentário

Somente palavras e/ou números em português ou inglês
Limite de 500 caracteres.

Nota

-100 a +100

Cidade

Estado

País


Organização e ordenação de Registros Textuais
OortBook® organizando informações para melhor atendê-lo!



Este sitio respeta su modelo económico. Si usted es capitalista como para darse cuenta de las ganancias en el consumo de nuestros productos y servicios a pagar el valor monetario en relación con una parte de mérito en su nombre. Si el modelo se piensa pago Socialista con algún beneficio social que puede contribuir a la actividad de LenderBook. Si su modelo de pensamiento es la participación comunista y extender su ventaja a nosotros como pago.

Max Diniz Cruzeiro

Electronics Technician

Bachelor of Statistics

Post graduate in Clinical and Business Psychopedagogy

MBA in Marketing and Social Networks

Postgraduate in Clinical Neuroscience

Postgraduate in Psychoanalytic Theory

Doctor PhD Student in Philosophy - Psychology: Cognitive

Self-taught Writer

Self-taught Ufologist

Specialist Self-taught in Remote Sensing



:: A LenderBook recebe as seguintes moedas de troca por suas atividades:

# Conhecimento;

# Benefícios;

# Dinheiro em Espécie;

# Melhorias;

# Expansão Programada;

# Bens, produtos e Serviços;

# Valoração de nossas atividades (Imagem);

# Destaque e Reconhecimento

# Canalização de recursos para nossos players a fim de que o desenvolvimento percebido contemple nossas atividades.

Os pagamentos seguem de acordo com o Modelo de Percepção Econômica de nossos Clientes cuja base principal é a visualização de um BENEFÍCIO DE NOSSO CLIENTE em que uma parcela do GANHO DE NOSSO CLIENTE é revertido em moeda de troca para a Atividade da LenderBook de acordo com a consciência do CLIENTE. Nossos clientes estelares podem efetuar o pagamento conforme os meios legais estabelecidos dentro de seus agrupamentos e seus parceiros no planeta terra.

Max Diniz Cruzeiro

Agradecemos a todos os nossos Clientes Estelares que já efetuaram o pagamento das atividades nos encaminhando via telepatia projetos para a LenderBook COMO FORMA DE PAGAMENTO.

Agradecemos todos os nossos Clientes Capitalistas que já efetuaram a compra de nossos livros através da AMAZON

Agradecemos nossos Clientes Comunistas, em especial a Coreia do Norte, por INTERMÉDIO de sua Embaixada, pela retribuição inicial de um Jantar EM SUAS INSTALAÇÕES, como pagamento de nossas contribuições até o momento.

Agradecemos aos nossos Clientes Socialistas, principalmente amigos que contribuiram extendendo benefícios em suas horas de recreação, lazer e alimentação.

:: Relatório do Concurso Whatsapp

Torno público todo o aprendizado, do concurso Whatsapp, que já encaminahdo para o SENADO FEDERAL e para o MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO.

O intuito deste informativo é a leitura seletiva, para que cada setor apenas adquira a informação relativa a sua área, caso você deseja fazer a leitura integral será de responsabilidade do leitor em saber das informações aqui catalogadas. É permitido divulgar essa informação nestes moldes para quaisquer seguimentos. (37 páginas de word) Para acessar entre na LenderBook

Atenciosamente,

Max Diniz Cruzeiro

LenderBook Company

www.lenderbook.com




100% of the production of texts is in Portuguese!
95% of text production is in English!
90% of the production of texts is in Spanish!
The records from 2105 to 52104 is a great mechanical phrase writing experiment crafted in excel!









ADIÇÃO (17/Jul/2017) NO SITE LenderBook

INSAUT MATERIAL PRINCIPAL DA LENDERBOOK



Listar índice completo...





Previsão para Setembro de 2016














The film contains technology information!










Release (Book of Knowledge): Pay for this book the price of a Fast Food your city in our donation systems (paypal or Pague seguro).

Lançamento (Livro do Conhecimento): Pague por este livro o preço de um Fast Food da sua cidade em nossos sistemas de doações (Pague seguro ou paypal).


Version Original +- 4,3 MegaBytes
].....[
Version with Art +- 75 MegaBytes
].....[
Doando você estará ajudando alguém através de nossos projetos














Amigos,
Bom dia,
Ofereço serviços de impressão a Laser frente e verso de excelente qualidade:
Regra: o trabalho deve estar digitalizado e não necessitar de qualquer tipo de revisão
Especificação: Folha A4
Valores:
Apenas toner preto: 15 centavos cada página
Com toner colorido: 30 centavos cada página

Obs.: Não é serviço de xerox a qualidade é igual a impressão de livro. Não fazemos desconto. Os valores de impressão para este tipo de serviço no mercado é de 25 centavos para toner preto e 1 real para toner colorido.
Se souberem de algum estudante que queira imprimir algum trabalho de alta qualidade repasse o meu e-mail por favor. Conforme o volume entrega no dia seguinte. Serviço realizado no período noturno. Necessário pedir com antecedência para entrar na fila de impressão.
Enviamos o material impresso através dos Correios para sua casa (Impressão + custos de envio). Aproveite a oportunidade selecione nossos textos que enviamos para você o seu arquivo digital impresso. Pagamento antecipado via paypal ou pagseguro.
lenderbook@gmail.com

A rede social da Cultura Brasileira
Disponível para todos que nutrem um amor inconfundível por esta pátria chamada Brasil.

Uma iniciativa do Ministério da Cultura - Governo Federal




Site designed and supervised by Clinical Neuroscientist.

Site desenvolvido e orientado por Neurocientista Clínico.

Max Diniz Cruzeiro



Welcome to Heavenly groupings

The brothers who are outside the celestial vault,

thanks for your existence,

Come to us all that comes from you what is good,

Is made a conscious and collective will,

On Earth as elsewhere

Let us be worthy of our own support

Spare us the misunderstanding that arises from our essence

Just as we are able to reflect and

limit the badly that arises within us and in relation to other beings

If you know of any fault of mine, show me the way to recover.

To build together a heavenly nation for the common good.

Bem-Vindos aos agrupamentos Celestiais

Aos irmãos que estão fora da abóboda celeste,

obrigado pela sua existência,

Venha a nós tudo o que procede de ti que for bom,

Seja feita uma vontade consciente e coletiva,

Assim na Terra como em outros lugares

Sejamos merecedores de nosso próprio sustento

Perdoai-nos a incompreensão que aflora de nossa essência

Assim como somos capazes de refletir e limitar o mal que aflora dentro de nós e em relação a outros seres

Se souberes de alguma falta minha, me mostre o caminho para me recuperar.

Para construirmos juntos uma nação celestial para o bem comum.

We need financial resources for the translation of our texts and if you are able to perceive a human gain in your life with our information please consider donating to our activity.

Nós necessitamos de recursos financeiros para a tradução de nossos textos e se você é capaz de perceber um ganho humano em sua vida com nossas informações favor considerar a possibilidade de fazer doações para nossa atividade.













The star contains more than 2,000 pages of information!








Insaut - Pular Informações corporativas e ir para o texto


10 ANOS DE LENDERBOOK





INSAUT TOP