ministério da cultura

:: Conhecimento Colonizador [Série - CXXXV]


Conhecimento Colonizador [Série - CXXXV]

O conhecimento Colonizador é atribuído um conjunto de informações uniformes que permitem a estrutura dominante de uma colônia gerir seus negócios na gleba colonizada.

Geralmente o interesse colonizador não está em seus habitantes, mas sim na estrutura do modelo econômico em que o principal é a manutenção dos recursos quando o país sede necessitar em utilizá-los.

Embora na história humana não se conheça outra estrutura de dominação que não envolva o teor econômico se existisse outras formas de sistema de permuta em uma civilização constituída e outra em via de constituição, o que unifica a necessidade do colonizador é um aspecto tangível que o espaço tridimensional oferece como recurso a uma necessidade metropolitana.

Ao colono ele espera constituir sua vida de forma livre, ao colonizador aguarda que enquanto o colono esteja em sua fase de transição ofereça a partilha de seu entendimento sobre a área ampliada a fim de aprimorar um conhecimento seu de que venha a necessitar um dia, para uso econômico ou um repensar em escala social.

Para garantir a fixação dos colonos em terras agregadas é necessário que o incentivo moral, material e espiritual abastece o candidato a colono com o reforço motivacional suficiente para que ele possa desenvolver suas atividades laborais dentro daquilo que ele deseja para sua vida.

Por outro lado espera o colonizador que em troca deste deslocamento possa o colono ser fiel e colaborar com a metrópole toda vez que se fizer necessário para o desenvolvimento da relação entre as partes.

Esta subordinação em que o colono é capaz de se subjugar ao colonizador é estabelecida por sistema de troca e partilha, onde o colonizador oferece ao colonizado os instrumentos para seu desenvolvimento, os aspectos de viabilidade econômica para seus projetos e a proteção e segurança desejada para que o colono possa garantir a sua continuidade dentro de um ambiente não controlado em que os fatores que envolvem os ecossistemas ainda não foram totalmente mapeados pela metrópole.

Quando a metrópole já detém todo o conhecimento da área agregada geralmente ocorre uma ruptura do pensamento do colonizador em observar a região agregada como um fator de dispêndio em que a atração por seu usufruto não é mais visualizada como vantajosa para a metrópole.

Nesta fase a área da colônia já está suficientemente autoabastecida e é capaz de se sustentar sem que haja dependência dos recursos da metrópole. Isto faz despertar um senso de revanchismo nas áreas colonas em que se observa a dependência pelo deslocamento de recursos para a metrópole como sendo algo imoral e que não se vincula mais a necessidade de manutenção da colônia por parte da metrópole.

Este sentimento desagregador em que os colonos passam a praticar em seus hábitos do comportamento humano acaba por gerar uma classe de pensadores que estão dispostos a dialogar com a metrópole com o objetivo de se chegar a um consenso para que o sentido de liberdade possa ser estabelecido, seja ele pela aproximação do vínculo entre as partes ou pela noção de partilha em que geraria um processo de independência entre as glebas a fim de que cada agente possa seguir seu caminho idealizado por seus habitantes.

Os passos para a conquista novamente no significado da liberdade nas áreas colonas estão no fortalecimento do estado colonial, na criação de sua própria cunhagem de moeda, na partilha dos recursos e impostos em que são alocados de forma crescente para o desenvolvimento da própria área colona, da solidificação de uma cultura de aperfeiçoamento e aprendizado da conquista do espaço tridimensional pela absorção do conhecimento e ruptura da cultura metropolitana que passa a ser observada como uma aculturação social – um fenômeno de imposição cultural da área metropolitana frente ao universo colono.

O processo de transição de uma independência de uma área colona passa também por uma fase de afirmação de valores e princípios natos, em que os descendentes das metrópoles não passam mais a se enxergarem como elementos da cultura que formou a colônia.

Quando o consenso não é estabelecido entre colonos e colonizadores afloram na sociedade grupos rebeldes cuja missão é defender a separação dos princípios, do espaço territorial e apropriar do conhecimento dinamizador que resultará na separação definitiva da dependência metropolitana.

Quando o colonizador concentra muito poder em suas mãos é possível que a rebeldia do pacto colonial cause movimentos de guerrilha, e levantes polulares que possam convergir em guerras civis que afetem as áreas de colônia com repercussão nas áreas metropolitanas.

Mas quando o processo de independência é consolidado o senso comum da fraternidade cria laços mais expressivos entre a metrópole e a área de colônia em que as nações passam a se ajudar mutualmente e a compartilhar valores comuns conquistados na etapa colonial. Este protocolo de intenções entre as partes geralmente é observado na forma de incentivos, tratados, compensações e reconhecimento secundário ou complementar da cidadania.

 

LenderBook Company



07/01/2015 - Max Diniz Cruzeiro
Eu quero participar!
Faça seu comentário

Critério

Crítica
Sugestão
Ideia
Desabafo
Elogio
Sentimento
Outro

Título


Somente palavras e/ou números

Seu comentário

Somente palavras e/ou números em português ou inglês
Limite de 500 caracteres.

Nota

-100 a +100

Cidade

Estado

País


Organização e ordenação de Registros Textuais
OortBook® organizando informações para melhor atendê-lo!




Max Diniz Cruzeiro

Electronics Technician

Bachelor of Statistics

Post graduate in Clinical and Business Psychopedagogy

MBA in Marketing and Social Networks

Postgraduate in Clinical Neuroscience

Postgraduate in Psychoanalytic Theory

Doctor PhD Student in Philosophy - Psychology: Cognitive

Self-taught Writer

Self-taught Ufologist

Specialist Self-taught in Remote Sensing

100% of the production of texts is in Portuguese!
95% of text production is in English!
90% of the production of texts is in Spanish!
The records from 2105 to 52104 is a great mechanical phrase writing experiment crafted in excel!









ADIÇÃO (22/MAR/2017) NO SITE LenderBook

INSAUT MATERIAL PRINCIPAL DA LENDERBOOK



Listar índice completo...





Previsão para Setembro de 2016













The film contains technology information!






Release (Book of Knowledge): Pay for this book the price of a Fast Food your city in our donation systems (paypal or Pague seguro).

Lançamento (Livro do Conhecimento): Pague por este livro o preço de um Fast Food da sua cidade em nossos sistemas de doações (Pague seguro ou paypal).


Version Original +- 4,3 MegaBytes
].....[
Version with Art +- 75 MegaBytes
].....[
Doando você estará ajudando alguém através de nossos projetos














Amigos,
Bom dia,
Ofereço serviços de impressão a Laser frente e verso de excelente qualidade:
Regra: o trabalho deve estar digitalizado e não necessitar de qualquer tipo de revisão
Especificação: Folha A4
Valores:
Apenas toner preto: 15 centavos cada página
Com toner colorido: 30 centavos cada página

Obs.: Não é serviço de xerox a qualidade é igual a impressão de livro. Não fazemos desconto. Os valores de impressão para este tipo de serviço no mercado é de 25 centavos para toner preto e 1 real para toner colorido.
Se souberem de algum estudante que queira imprimir algum trabalho de alta qualidade repasse o meu e-mail por favor. Conforme o volume entrega no dia seguinte. Serviço realizado no período noturno. Necessário pedir com antecedência para entrar na fila de impressão.
Enviamos o material impresso através dos Correios para sua casa (Impressão + custos de envio). Aproveite a oportunidade selecione nossos textos que enviamos para você o seu arquivo digital impresso. Pagamento antecipado via paypal ou pagseguro.
lenderbook@gmail.com

A rede social da Cultura Brasileira
Disponível para todos que nutrem um amor inconfundível por esta pátria chamada Brasil.

Uma iniciativa do Ministério da Cultura - Governo Federal




Site designed and supervised by Clinical Neuroscientist.

Site desenvolvido e orientado por Neurocientista Clínico.

Max Diniz Cruzeiro



Welcome to Heavenly groupings

The brothers who are outside the celestial vault,

thanks for your existence,

Come to us all that comes from you what is good,

Is made a conscious and collective will,

On Earth as elsewhere

Let us be worthy of our own support

Spare us the misunderstanding that arises from our essence

Just as we are able to reflect and

limit the badly that arises within us and in relation to other beings

If you know of any fault of mine, show me the way to recover.

To build together a heavenly nation for the common good.

Bem-Vindos aos agrupamentos Celestiais

Aos irmãos que estão fora da abóboda celeste,

obrigado pela sua existência,

Venha a nós tudo o que procede de ti que for bom,

Seja feita uma vontade consciente e coletiva,

Assim na Terra como em outros lugares

Sejamos merecedores de nosso próprio sustento

Perdoai-nos a incompreensão que aflora de nossa essência

Assim como somos capazes de refletir e limitar o mal que aflora dentro de nós e em relação a outros seres

Se souberes de alguma falta minha, me mostre o caminho para me recuperar.

Para construirmos juntos uma nação celestial para o bem comum.

We need financial resources for the translation of our texts and if you are able to perceive a human gain in your life with our information please consider donating to our activity.

Nós necessitamos de recursos financeiros para a tradução de nossos textos e se você é capaz de perceber um ganho humano em sua vida com nossas informações favor considerar a possibilidade de fazer doações para nossa atividade.










The star contains more than 2,000 pages of information!






Insaut - Pular Informações corporativas e ir para o texto


10 ANOS DE LENDERBOOK





INSAUT TOP